domingo, 19 de setembro de 2010

Mudanças

Às vezes sinto que o nascimento da nossa filha nos tem afastado. Desde que ela nasceu temos discutido muito mais, principalmente por razões insignificantes, mas o que é certo é que as discussões são grandes, e que nenhum dos dois cede. Ele acusa-me de ser chata, de lhe moer o juízo por tudo e por nada. Eu acuso-o de não ter calma, de pensar que é fácil estar em casa com um bebé, de achar que isto são umas férias e que fico sentada no sofá todo o dia. Há dias que acho que não aguento estas discussões por muito tempo. Tenho pensado, como nunca tinha pensado antes, se vale a pena... O que é certo é, que se não fosse a minha filha que é um doce e que me ilumina os dias, mesmo quando estou mais triste, ia custar-me muito mais a atravessar esta fase.
Parece-me que da ultima vez ele percebeu. Percebeu que se as coisas não mudarem, se ele não se esforçar, vai perder-me. Sinceramente, acho que ele não vai deixar que isso aconteça. Dá demasiada importância ao casamento para se dar ao luxo de me perder.
E agora temos uma filha.

1 comentário:

Rita C disse...

Ui... parece-me que já vi este filme... minha querida... eu estou há 3 anos nessa luta... os filhos jamais unem um casal... nao têm culpa de nada tadinhos, mas se antes de termos filhos era preciso mta paciencia, dps de os termos essa paciencia tem que triplicar...

As vezes é mto dificil mesmo... eu nunca discuti como agora... e os assuntos sao sempre os mesmos... :(

É preciso muito amor para superar tanta parvoice que se diz nas discussoes... ainda ontem escrevi sobre isso pois ando assim...

Bjs

Rita