quarta-feira, 17 de março de 2010

Em guerra com a balança

Sempre achei que um dia que engravidasse ia engordar muito. A tendência natural que tenho para isso levava-me a pensar que a gravidez ia ser um martírio e que a balança me ia fulminar.
Até não. Quando engravidei comecei por ter cuidado com a alimentação, muita sopa, verduras e fruta, e não engordei quase nada os primeiros 3 meses. Agora que já vou nos 6 meses e meio acho que já engordei uns 10kg, o que é muito, embora não o note na roupa nem no espelho, porque sou alta e nunca fui muito magrinha (tenho uma estatura normal, proporcional), e assim parecem estar muito bem distribuidos. A barriga nem sequer está muito grande, por isso não posso culpá-la.
O meu problema foi a fome. Por volta dos 4 meses comecei a ter umas fomes, que as bolachinhas de água e sal e os iogurtes já não resolviam. Passei ao pão, que adoro, e que é a minha desgraça. E ultimamente só me apetecem doces. E confesso que não me tenho privado muito. Agora até tremo de pensar no raspanete que vou levar da médica na consulta... Para já vou ouvindo os gritos que a balança me dá!
Ai ai ai!

2 comentários:

Saltos Altos Vermelhos disse...

eu engordei 2 kgs, segunda ela 3 :P (erradamente)em 4 meses e a mulher só faltou me bater! mas esta é louca mesmo! o que importa é não haver complicações com diabetes e assim de resto...

Rita C disse...

hahahaha.... eu engordei uns módicos 28 Kgs na minha gravidez... ok, eram 2 mas mesmo assim foi MUITO. De tal modo que passados quase 3 anos ainda me estou a ressentir e há 4 Kgs que teimam em não ir embora... eu passei uma gravidez santa, sem enjoos sem azias, nada, apenas com uma FOME incontrolável... e doces então... ui ui... ainda me lembro que cheguei a pedir ao meu marido para me ir buscar cornetos de chocolate a meio da noite, um dos poucos desejos que tive... :)))

Beijos

Rita